28-05-2013 - Dicas de como usar as cores na decoração por meio do Feng Shui

Dicas de como usar as cores na decoração por meio do Feng Shui

As cores são essenciais para a decoração e ajudam a transmitir sensações únicas. “Cor é energia pura e faz bem para as pessoas”, destaca o professor e consultor de Feng Shui,Franco Guizzetti, da capital paulista, que ensina que na hora de escolher as tonalidades para colorir um ambiente podemos observar sob dois pontos de vista: decorativo e do Feng Shui. “Mas tenha a certeza de que todas as cores são bem-vindas”, destaca.

A pedido da Solventex, o professor explica quais as características de algumas tonalidades que estão presentes na cartela de cores tanto da linha de esmalte sintético Esmaltex, quanto nas linhas de látex  acrílico Vinilar e Viniltex. Confira e escolha a sua cor!

Branco: muito usada no Feng Shui, tem padrão neutro. “No Feng Shui, está ligada ao elemento metal. Deve-se tomar muito cuidado quando o branco aparece em demasia em um ambiente, pois representa infinito, deixando em uma pessoa que passa muito tempo neste ambiente, uma sensação de frieza, vazio e hostilidade. Deve-se quebrar o branco com quadros e móveis bem coloridos e/ou cores quentes”, ensina Guizzetti, que lembra que a cor é usada para dar amplitude a ambientes pequenos e apertados e passa a sensação de limpeza.

Preto: ligada ao elemento água no Feng Shui, deve ter sua aplicação com cautela, pois pode transmitir a sensação de angústia por lembrar o luto, as perdas e a tristeza, segundo Franco Guizzetti e, por isso, costuma aparecer em detalhes na decoração. “É uma cor muito usada no teto com pé-direito muito alto, para dar a sensação de rebaixamento”, indica.

Verde: neutra, é uma tonalidade que representa o elemento madeira no Feng Shui e “acalma o sistema nervoso e as pessoas agitadas e significa esperança e satisfação”, conta Guizzetti, que indica cautela na combinação do tom com vermelho porque “teremos um local muito quente, com verde/madeira e o vermelho/fogo”. Nos locais onde há problemas de saúde, o verde é uma ótima cura, segundo o professor, e,nos banheiros, ajuda a elevar a energia do cômodo. “No piso e nos detalhes, lembra a natureza.”

Lilás/violeta: cor que traz tranquilidade, sossego e calma, estimula a espiritualidade e a meditação. “Tem efeito purificador, transforma energias negativas em positivas, é ótimo para a saúde e acalma o coração,a mente e os nervos. Em excesso, pode trazer depressão e ansiedade”, diz Franco Guizzetti, que recomenda seu uso em cantinhos de meditação e oração da casa e sugere que se evite a predominância dessa cor.

Laranja: cor do intelecto, em doses pequenas estimula os sentidos, a criatividade e a comunicação. “É bom para usar nas áreas da casa nas quais se quer estimular o diálogo, como as salas de estar e jantar e a cozinha. Em excesso, pode provocar conversas demais, brincadeiras fora de hora e aumento do apetite”, indica o profissional, que propõe seu uso na sala de jantar em uma única parede, em tons suaves, como o Pêssego da linha Vinilar.

Vermelho: “no Feng Shui é uma cor que pode estimular o relacionamento afetivo, o sucesso, a autoestima, a fama e a prosperidade. É uma cor ligada ao elemento fogo e deve ser usado com cuidado, por ser estimulante. No quarto do casal, ativa a sexualidade. Na sala ou na cozinha, incentiva o apetite e o diálogo. Em excesso, provoca brigas, confusões e explosões de humor”, diz Franco que acredita que a cor deva ser usado em detalhes, para trazer glamour e exotismo ao ambiente.

Azul: tem efeito calmante e tranquilizante e pode provocar sono em excesso. Deve ser usado por quem é muito agitado e está associado ao elemento água no Feng Shui. “Pode ser aplicado em grandes áreas, mas deve ser combinado a outras cores para evitar a monotonia e o sono. O tom mais escuro transmite autoridade e poder”, conta.

Amarelo: estimulante do intelecto, “é a cor da luz e deve ser usada em ambientes escuros”. Também incentiva a comunicação, o mental e o apetite e, em excesso, provoca muita conversa e pensamentos acelerados e confusos, gerando preocupação. “Nos ambientes é usado para aquecer e iluminar áreas escuras e frias. No piso, provoca a sensação de avanço e pode incomodar quando usado em grandes superfícies por causa da incidência de luz”, conclui Franco Guizzetti. 


Veja outros Press Releases:

27-03-2017 - Vinilar é Destaque no Jornal do Pintor

19-04-2016 - Texturatex é destaque no Jornal do Pintor

22-12-2015 - Acqualite é destaque no Jornal do Pintor

30-10-2015 - Revista Lojas Solventex é destaque

24-07-2015 - Revista Lojas Texturatex é destaque