pintura55

DICA:

COMO CALCULAR A QUANTIDADE CERTA DE TINTA?

DICA: Para realizar uma pintura

Dentre os primeiros passos que o pintor industrial / profissional precisa verificar antes de realizar um trabalho, um deles é calcular corretamente a quantidade certa de tinta que aquela superfície irá demandar. Esta verificação é necessária para evitar prejuízos com produtos que não serão utilizados imediatamente e, consequentemente, gastos desnecessários. Confira abaixo algumas dicas de como fazer o cálculo corretamente!

  • Primeiramente conheça os tamanhos das embalagens que o mercado oferece. A Solventex Tintas conta com quatro tipos padrões: ¼ de galão que corresponde a 900ml, galão 3,6 litros, lata 18 litros e o Tambor de 200 litros. (para produtos específicos, exemplo: tinta para imersão)
  •  Para pintura de paredes: Avalie o tamanho da área total que será pintada, medindo a largura e altura da superfície e multiplique-as para calcular o metro quadrado geral. Subtraia o espaço de possíveis janelas e portões usando o mesmo método.
  • Multiplique sua nova medida de metro quadrado total pelo número de demãos que serão necessárias – pelo menos duas. Divida este valor pelo número de m²/L indicados em sua lata de tinta. Isso dará o total de litros do produto necessários para o projeto.
  • Para pintura de pisos: medir a largura e o comprimento da superfície e multiplique-as para calcular o metro quadrado geral.
  • Pintura de estruturas metálicas: Se a estrutura metálica for em Arco, a medição será pela projeção do piso horizontal qualquer que seja sua forma ou inclinação, multiplicar por 1.3.
    Se estiver desmontada o calculo é realizado considerando a Espessura, Bitola, Peso por M2 e M2 por tonelada.
  • Pintura de Caixilhos de ferro, portões e grades de proteção, estruturas e passadiços, divisórias de chapas lisas , telas de proteção, medição pela área obtida (largura x altura ou comprimento) multiplicar por 2.

top_norsok

VOCÊ SABIA?

TINTA EPÓXI X POLIURETANO: QUAIS AS DIFERENÇAS

As tintas formuladas com resinas Epóxi e Poliuretano são produtos de qualidade superior, geralmente utilizados em ambientes onde se exige alta durabilidade e ótimo acabamento. Ambas são fornecidas em duas embalagens (bi componentes), uma contendo a base da tinta e a outra contendo o agente de cura/catalisador ou diluente, chamados de Parte A e Parte B, que devem ser misturados momentos antes do uso.

As tintas de base Poliuretano são de excelente resistência às intempéries, ou seja, à ação da radiação ultravioleta da luz solar e a imersão em águas e águas proveniente de chuvas. Já as tintas Epóxis são geralmente formuladas em alta espessura e utilizam uma variedade muito grande de resinas e polímeros. Sua escolha é feita em função do tipo de substrato, da forma de aplicação, do método de cura ou secagem, das especificações do cliente etc.

Por serem produtos específicos, o ideal é que se consulte sempre um especialista em pintura. Sua aplicação depende de mão de obra altamente especializada e que conheça bem os processos, sempre seguindo as instruções do fabricante.