solventex

SINÔNIMO DE QUALIDADE E CONSCIÊNCIA COM O MEIO AMBIENTE

SOLVENTEX TINTAS É CERTIFICADA ISO 9001:2015

Como uma empresa que prima pelo comprometimento em atender com excelência, a Solventex Tintas é Certificada pelo Sistema de Gestão da Qualidade ISO 9001:2015, assegurando o padrão de qualidade dos produtos e serviços prestados.

A empresa tem como pilares a confiança, transparência, o comprometimento e a inovação. Dessa forma, sua gestão segue os princípios de melhoria contínua de seus processos de produção, além de atuar de forma preventiva em relação a poluição ambiental, atingindo os objetivos e metas estabelecidas.

manutenção

Dica de Pintura

Qual é a periodicidade para realizar a manutenção de pinturas em estruturas metálicas?

Segundo os especialistas da Solventex Tintas, a duração da pintura de uma estrutura metálica depende, entre outras coisas, da escolha correta da tinta – de acordo com os parâmetros do projeto –, das especificações utilizadas no tratamento da superfície e de normas técnicas pertinentes a cada caso.

Para manter a pintura, os especialistas recomendam inspeções visuais preventivas rotineiras. Durante essas vistorias, podem ser efetuadas operações simples de limpeza e manutenção da pintura. Além disso, deve-se levar em conta se a manutenção ocorrerá somente nos pontos de corrosão ou em toda a estrutura, já que esse fator impacta em sua durabilidade.

Mas quais são os motivos que levam a necessidade de reparos?

Os principais fatores que tornam os reparos necessários são os processos de degradação na pintura, que podem ser superficiais, como alterações de cor e brilho; ou estruturais, que comprometem a integridade da película de tinta e consequentemente, sua função protetora.  

Podemos citar como exemplo a corrosão precoce, que ocorre quando houve uma especificação inadequada da tinta. Neste caso, a manutenção imediata é fundamental para a durabilidade e/ou segurança da estrutura.

O uso do produto adequado para a pintura em estruturas metálicas é muito importante para que ela esteja sempre protegida contra o desgaste e tenha maior durabilidade. Para acertar em sua escolha é preciso levar em conta o ambiente e suas intempéries. Dessa forma, as estruturas ficam mais resistentes contra os elementos corrosivos, o metal tem maior duração e não há necessidade de manutenções frequentes.

pintura55

DICA:

COMO CALCULAR A QUANTIDADE CERTA DE TINTA?

DICA: Para realizar uma pintura

Dentre os primeiros passos que o pintor industrial / profissional precisa verificar antes de realizar um trabalho, um deles é calcular corretamente a quantidade certa de tinta que aquela superfície irá demandar. Esta verificação é necessária para evitar prejuízos com produtos que não serão utilizados imediatamente e, consequentemente, gastos desnecessários. Confira abaixo algumas dicas de como fazer o cálculo corretamente!

  • Primeiramente conheça os tamanhos das embalagens que o mercado oferece. A Solventex Tintas conta com quatro tipos padrões: ¼ de galão que corresponde a 900ml, galão 3,6 litros, lata 18 litros e o Tambor de 200 litros. (para produtos específicos, exemplo: tinta para imersão)
  •  Para pintura de paredes: Avalie o tamanho da área total que será pintada, medindo a largura e altura da superfície e multiplique-as para calcular o metro quadrado geral. Subtraia o espaço de possíveis janelas e portões usando o mesmo método.
  • Multiplique sua nova medida de metro quadrado total pelo número de demãos que serão necessárias – pelo menos duas. Divida este valor pelo número de m²/L indicados em sua lata de tinta. Isso dará o total de litros do produto necessários para o projeto.
  • Para pintura de pisos: medir a largura e o comprimento da superfície e multiplique-as para calcular o metro quadrado geral.
  • Pintura de estruturas metálicas: Se a estrutura metálica for em Arco, a medição será pela projeção do piso horizontal qualquer que seja sua forma ou inclinação, multiplicar por 1.3.
    Se estiver desmontada o calculo é realizado considerando a Espessura, Bitola, Peso por M2 e M2 por tonelada.
  • Pintura de Caixilhos de ferro, portões e grades de proteção, estruturas e passadiços, divisórias de chapas lisas , telas de proteção, medição pela área obtida (largura x altura ou comprimento) multiplicar por 2.

familia-primertex

LINHA PRIMERTEX

O PRIMER CORRETO PARA SUPERFÍCIES FERROSAS.

Ideais para metais ferrosos que estão sempre sujeitos à corrosão em ambientes internos e externos, a Linha Primertex da Solventex Tintas foi desenvolvida especialmente para proteger toda a superfície metálica.

Campeão de vendas, o Primer oferece excelente cobertura e durabilidade, além de fácil aplicação e secagem rápida. Está disponível no mercado nos acabamentos fosco, acetinado, semi-brilho e brilhante. Pode ser aplicado via pistola convencional, trincha ou rolo.

top_norsok

VOCÊ SABIA?

TINTA EPÓXI X POLIURETANO: QUAIS AS DIFERENÇAS

As tintas formuladas com resinas Epóxi e Poliuretano são produtos de qualidade superior, geralmente utilizados em ambientes onde se exige alta durabilidade e ótimo acabamento. Ambas são fornecidas em duas embalagens (bi componentes), uma contendo a base da tinta e a outra contendo o agente de cura/catalisador ou diluente, chamados de Parte A e Parte B, que devem ser misturados momentos antes do uso.

As tintas de base Poliuretano são de excelente resistência às intempéries, ou seja, à ação da radiação ultravioleta da luz solar e a imersão em águas e águas proveniente de chuvas. Já as tintas Epóxis são geralmente formuladas em alta espessura e utilizam uma variedade muito grande de resinas e polímeros. Sua escolha é feita em função do tipo de substrato, da forma de aplicação, do método de cura ou secagem, das especificações do cliente etc.

Por serem produtos específicos, o ideal é que se consulte sempre um especialista em pintura. Sua aplicação depende de mão de obra altamente especializada e que conheça bem os processos, sempre seguindo as instruções do fabricante.

golden gate curiosidade

CURIOSIDADE: PONTE GOLDEN GATE DE SÃO FRANCISCO

golden gate curiosidade

Principal cartão postal de São Francisco, Califórnia, e uma das sete maravilhas do mundo moderno, de acordo com a Sociedade Americana de Engenheiros Civis, a Ponte Golden Gate liga as cidades de São Francisco a Marin City, nos Estados Unidos. Ficou a cargo do engenheiro alemão Joseph Strauss o desafio de erguer a ponte, a partir de 1933. Devido a região ser conhecida pelos fortes ventos e correnteza, a solução proposta foi a criação de uma estrutura metálica de 2.737 metros de comprimento total a 227 metros acima do nível do mar.

A ponte, concluída em 1937, foi originalmente pintada com primer e acabamento à base de chumbo, com manutenções conforme necessário. Em meados da década de 1960, um programa foi iniciado para melhorar a proteção contra a corrosão, retirando a tinta original e repintando a ponte com primer à base de zinco e acabamento base vinil. Desde 1990, os acabamentos acrílicos foram usados por sua maior resistência as intempéries. O programa foi concluído em 1995 e agora é mantido por 38 pintores que retocam a pintura, onde ela se torna seriamente corroída.

museu-do-amanha

MUSEU DO AMANHÃ NO RIO DE JANEIRO; ARQUITETO ESPANHOL TRANSFORMA ESTRUTURAS METÁLICAS EM ELEMENTOS ESCULTURAIS

museu do amanhã

Localizado em um ponto estratégico da orla carioca, junto à histórica Praça Mauá, o Museu do Amanhã foi projetado pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava, reconhecido internacionalmente por transformar estruturas metálicas em verdadeiras esculturas de grande apelo estético. Para o Museu, não foi diferente.

O profissional utilizou toneladas de metal para fazer a cobertura do local, que se assemelha a um casco de navio invertido, sendo esse um dos pontos que mais chamam a atenção na arquitetura. O Museu do Amanhã foi inspirado nos aspectos culturais e históricos do Rio de Janeiro, além de elementos da fauna e flora brasileiras. O espaço está aberto ao público desde dezembro de 2015.

passo a passo pintura estruturas metálicas

PASSO A PASSO PARA PINTURA DE ESTRUTURAS METÁLICAS

estrutura metálica

1.Preparação – O preparo da superfície varia de acordo com o substrato, mas, em geral, recomenda-se a lavagem com hidrojateamento de alta pressão para remover resíduos.

2.Seleção do produto – É preciso definir o tratamento que a estrutura metálica irá receber – retoque, pintura ou repintura – e a solução a ser utilizada: sistema Epoxi, PU, Alquídicos ou combinados Epoxi fundo e PU acrílico acabamento, por exemplo. Todas as informações das fichas técnicas e de segurança devem ser lidas com atenção.

3.Tinta fundo – Antes de aplicar o primer, o profissional deve sempre homogeneizar a tinta. Caso seja bi componente, misturar as duas partes e aguardar o tempo de indução. Diluir conforme recomendação técnica é o próximo passo. A espessura da camada muda conforme o produto e a agressividade do ambiente: em um local de baixa a média agressividade, recomenda-se espessura de 100 a 150 micrômetros.

4.Intervalo entre demãos – Depois da aplicação do primer é preciso esperar o intervalo entre demãos, conforme orientação técnica.

5.Acabamento – A aplicação da tinta de acabamento deve seguir cuidados com relação à homogeneização, ao tempo de indução e ao período de secagem. A proporção de diluição da tinta também deve ser condizente com o tipo de aplicação.

embalagem

SOLVENTEX TINTAS RENOVA TODAS AS EMBALAGENS

Para comemorar os mais de 50 anos de mercado, a Solventex Tintas reformulou sua linha de embalagens. Agora a fabricante apresenta ao mercado de tintas industriais toda a inovação de seus produtos também impressa em embalagens modernas e funcionais.

A Solventex disponibiliza mais de 30 produtos distribuídos em duas linhas: Industrial e Industrial Especial, com ampla cartela de cores para diversas aplicações. As soluções são voltadas para cerca de 20 segmentos da indústria, como manutenção e fabricação de máquinas agrícolas, usinas, estruturas metálicas, esquadrias de metal, caldeirarias, contêineres, plataformas elevatórias, pisos de alto fluxo e tráfego etc.